Como Ter Mais Visibilidade No Instagram De forma Orgâni

24 Apr 2019 07:43
Tags

Back to list of posts

<h1>Trato Design Estrat&eacute;gico Archives</h1>

<p>Houve uma &eacute;poca em que os celulares eram a melhor coisa que imediatamente tinha acontecido pela ind&uacute;stria da tecnologia - e, durante algum tempo, pareceram ser bem como o ponto grande das nossas vidas. Contudo, neste momento que os smartphones alcan&ccedil;aram tamanho grau de predom&iacute;nio, paira no ar outra revolu&ccedil;&atilde;o. Nas novas confer&ecirc;ncias de desenvolvedores realizadas por Google e Apple, os executivos foram aos palcos para aprensentar o quanto estavam resultando os celulares ainda mais irresist&iacute;veis.</p>

<p>Em vista disso, essas empresas aconselharam qualquer coisa distinto: programas para socorrer o usu&aacute;rio a remexer muito menos no aparelho. H&aacute; Cinco Sugest&otilde;es Pra Investir Em Um Blog Do Seu E-commerce na qual as empresas de tecnologia est&atilde;o sentindo esta tens&atilde;o entre aprimorar os celulares e o temor que esses dispositivos prontamente sejam demasiadamente viciantes. Chegamos a um ponto que eu chamo de auge das telas.</p>

<p>A esta altura, a tecnologia neste momento capturou praticamente toda a experi&ecirc;ncia Obter Likes No Insta E Curtidas No Instagram . Os americanos passam 3 ou quatro horas por dia nos smartphones, e cerca de onze horas por dia olhando para qualquer tipo de tela. Quem vai nos transportar este futuro? Amazon e Google s&atilde;o certamente participantes de peso, todavia n&atilde;o devemos subestimar a corpora&ccedil;&atilde;o respons&aacute;vel por nos levar ao auge das telas. Como Usar As Redes sociais No Marketing De Lojas? do Apple Watch e dos fones de ouvido AirPods, a Apple est&aacute; criando lenta e discretamente uma alternativa pra seus celulares. Se funcionar, a jogada podes mudar tudo novamente.</p>

8.jpg

<p>As telas s&atilde;o insaci&aacute;veis; vorazes vampiras da nossa aten&ccedil;&atilde;o. Um estudo, atingido pelo professor de marketing Adrian Ward, da escola de administra&ccedil;&atilde;o da Faculdade do Texas, revelou que a mera presen&ccedil;a de um smartphone no nosso campo de vis&atilde;o &eacute; bastante pra apagar de maneira significativa nossa compet&ecirc;ncia cognitiva. &Eacute; vital investir uma consider&aacute;vel energia mental pra resistir &agrave; tenta&ccedil;&atilde;o de espiar pro aparelho. Quando cedemos, perdemos o ju&iacute;zo.</p>

<p>“N&atilde;o somos tragados pelo instrumento pontual que requer nossa aten&ccedil;&atilde;o - uma mensagem de texto, publica&ccedil;&atilde;o nas redes sociais isto &eacute; o que for”, argumentou Carolina Milanesi, analista da organiza&ccedil;&atilde;o de pesquisa em tecnologia Creative Strategies. Em vez disso, destravamos o celular e, instantaneamente, quase de forma inconsciente, mergulhamos nos irresist&iacute;veis esplendores do universo digital, emergindo 30 minutos mais tarde, estupefatos e atordoados.</p>

<p>As telas se converteram numa muleta para os tecn&oacute;logos, uma forma pregui&ccedil;osa e abrangente de acrescentar experi&ecirc;ncias digitais a cada um dos produtos. Faz anos que observamos isso nos carros. Ao botar os controles dos sistemas internos em telas sens&iacute;veis ao toque ao inv&eacute;s de bot&otilde;es e interruptores usuais, as montadoras tornaram a intera&ccedil;&atilde;o com os carros muito mais irritante e perigosa. O Tesla Model 3, o ve&iacute;culo mais aguardado do planeta, eleva essa ideia a n&iacute;veis absurdos.</p>

<p>Como apontaram in&uacute;meros cr&iacute;ticos, todos os controles do autom&oacute;vel - incluindo o ajuste da posi&ccedil;&atilde;o dos retrovisores laterais - s&atilde;o acessados atrav&eacute;s de uma tela. Outro modelo &eacute; a realidade aumentada (RA), tecnologia que nos permite enxergar imagens digitais sobrepostas ao universo real. M&iacute;dias sociais Pra Organiza&ccedil;&otilde;es: Como Utilizar A Teu Favor? usos espec&iacute;ficos - como transformar nosso rosto pela cara de um cachorro no aplicativo Snapchat -, isso pode talvez ser divertido.</p>

<ul>
<li>Pense em coisas boas</li>
<li>Conex&atilde;o Leitor</li>
<li>3 - Utilize uma linguagem adequada</li>
<li>Ampliar as convers&otilde;es em vendas</li>
<li>Maior controle e flexibilidade dos processos produtivos</li>
<li>Azeite a seu gosto</li>
<li>13/06/2018 06h29 Atualizado 13/06/2018 11h21</li>
<li>&agrave;s 18h</li>
</ul>

<p>Entretanto, com frequ&ecirc;ncia, a RA parece um plano mal aproveitado. Em vez de gerar um am&aacute;lgama entre o real e o digital, a tecnologia simplesmente usa uma tela para usurpar o mundo ao nosso redor. Na confer&ecirc;ncia de desenvolvedores da Apple praticada no m&ecirc;s passado, Martin Sanders, executivo da Lego, mostrou um novo modelo de Lego que usa a RA. “H&aacute; tanto pra se fazer aqui! ”, exclamou Sanders sempre que ele e um assistente permaneciam completamente im&oacute;veis, vendo para anima&ccedil;&otilde;es de Legos exibidas num vidro digital.</p>

<p>Foi uma circunst&acirc;ncia bizarra. A ideia central do Lego &eacute; a intera&ccedil;&atilde;o f&iacute;sica, entretanto, gra&ccedil;as &agrave; RA, o executivo transformou o brinquedo em mais um videogame. H&aacute; duas maneiras de superarmos nosso v&iacute;cio nas telas. Primeiro, temos de ser mais parcimoniosos ao utilizar nossos smartphones. A ajuda est&aacute; a caminho.</p>

<p>Tenho usado o recurso Screen Time, uma das novidades da nova vers&atilde;o do sistema operacional da Apple pra celulares. O programa exibe informa&ccedil;&otilde;es valiosas a respeito do nosso uso do smartphone e podes at&eacute; impedir utiliza&ccedil;&atilde;o de aplicativos que o usu&aacute;rio considere prejudiciais. Sei que isso talvez pode mudar profundamente nossa maneira de utilizar estes aparelhos. E h&aacute; bem como a necessidade de se gerar maneiras diferentes e menos imersivas de se interagir com o mundo digital. Tr&ecirc;s tecnologias podem nos acudir neste sentido: os assistentes ativados por voz, cujos melhores exemplos s&atilde;o a Alexa, da Amazon, e o Google Assistant; e os produtos da Apple, AirPods e Apple Watch. Tudo isso est&aacute; em fase de aperfei&ccedil;oamento.</p>

Comments: 0

Add a New Comment

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License